Prestígio com o Atleta Paulo Ricardo!!

Nome: Paulo Ricardo Souza de Melo. 
Idade: 20 Anos.
Seus pais: Maria Neide de Souza e Paulo Silva de Melo.
Irmão: Débora Souza e Paula Cristina.
Namorando: Sim.
Escolaridade: Cursando Educação Física – Anhanguera.
Você começou no taekwondo porque era hiperativo. Como foi esse início?
Sempre fui bem aventureiro desde pequeno gosto de esportes, o início foi bem tranquilo, treinávamos na escola CEPA na época apenas por diversão, eu não conhecia os benefícios do esporte e a parte do alto rendimento.
Nessa época, você gostava do taekwondo?
Gostava sim…
Quantos anos faz que você pratica esse esporte taekwondo?
Faz exatamente 10 anos.
O que o esporte te ensinou ao longo desses anos?
O esporte me ensinou a conviver com as diferenças, respeitar as pessoas e a lidar também com as perdas e vitórias… 
Você acredita que o atleta brasileiro ainda precisa sair do Brasil para treinar em alto nível? 
Cada país tem o seu ritmo de treinamento e é claro seus investimentos, acho que é necessário sim sair um pouco do país, até mesmo para adquirir mais experiência e conhecer novas técnicas.
Você chegou a enfrentar dificuldades por praticar um esporte de pouco reconhecimento no país?
Bastante, até mesmo por morar em cidade pequena e não ter um grande numero de comerciantes e empresários dispostos a contribuir com o esporte, esse fato ainda continua na questão esportiva em nossa cidade creio eu que em todas modalidades.
Você acha que o público brasileiro reconhece o taekwondo? Você se sente reconhecido?
O público brasileiro ainda não tem essa visão, trocam bastante as modalidades rsrs… muitos chamam Taekwondo de Karatê, Karatê de Judo e não conhecem de fato as diferenças entre as artes marciais na minha cidade me considero sim um pouco reconhecido pelos resultados que venho conquistando para nossa cidade.
Como você encara a questão do doping no esporte?
Já fiz exames de doping e é realmente bem chato, mas isso tem uma importância fundamental até porque ainda existe vários casos de atletas que não confiam e não procuram melhorar o seu rendimento de forma natural e acaba usando substâncias proibidas para obter um melhor desempenho nas competições.
Qual a sua categoria no taekwondo? Atualmente Sub-21 Masculino -54KG
Você pode contar um pouquinho sobre a sua trajetória no esporte?
Venho de família humilde, na época eu comecei treinando na escola CEPA quando ainda estudava no ensino fundamental, as aulas na escola não deram continuidade e ai eu conheci o projeto social que na época se chamava “Fundo Cristão” desenvolvido pela AMBFFM e foi lá que conheci o meu Professor/Técnico Fábio Lourenço que me apoiou e me ajudou a crescer e se tornar um bom cidadão até hoje. Após alguns anos de treinamento competi meu primeiro campeonato brasileiro em 2012 no estado de Goiás, chegamos lá com nosso jeito “acanhado” e nordestino sem saber totalmente das regras, consegui chegar as finais do campeonato brasileiro e perdi para o garoto que na época era o atual titular da seleção brasileira na categoria. Voltamos para Assú/RN com o vice campeonato e continuamos treinando e trabalhando, no meu ultimo ano na categoria Junior representei o Brasil no Mundial em Taipei/China e Seletiva para o Jogos Olímpicos da Juventude NANJIN 2014 perdendo na luta classificatória… passei 4 anos lutando campeonatos brasileiros e não consegui o objetivo principal que era a medalha de ouro até o dia 26 de Julho de 2016 foi o dia que me sagrei campeão brasileiro pela primeira vez, integrei a seleção adulto principal no ano de 2016, fui campeão sul americano no Peru em 2015 e neste ano de 2017 consegui o bi campeonato brasileiro, venho batalhando para somar pontos no ranking mundial/olímpico e chegar aos melhores do mundo. Hoje faço parte das forças armadas integrando ao programa olímpico da Marinha do Brasil e irei representar as forças armadas e o Brasil no mundial militar que será na republica dominicana no mês de outubro… Realmente o esporte muda vidas e vem mudando a minha á cada dia.
O que falta para você se tornar um atleta na seleção brasileira de taekwondo?
Todo ano a seleção é renovada e vale do desempenho e como costumo dizer temos que está no nosso dia no dia da luta, mas estou trabalhando firme e focado para retornar a seleção principal no ano de 2018. 
O que o taekwondo pode ensinar a crianças e jovens?
Nosso esporte é construído de disciplina e hierarquia, acho que essas duas coisas ensina muito as crianças e jovens que praticam.
Você almeja, obviamente, ir para as Olimpíadas de 2020?
Estamos trabalhando para isso… 
Em quantos países você já participou de campeonatos além do Brasil?
Koreia do Sul, China, Argentina, Peru, México, Estados Unidos: 06 países. 
Quantas vezes já subiu ao pódium representando o nosso país, nosso estado e a nossa cidade?
80 vezes… 
Um agradecimento: A todas pessoas que me ajudam a melhorar á cada dia.
Lugar para descansar: Minha casa…
Fé: Deus sempre será a base de tudo.
Agradeço a Deus: Por cada oportunidade que vem surgindo em minha vida.
Hobby: Ouvir musica, assistir série, comer muito e sair com os amigos para conversar.
Personalidade: Forte 
Pontos fortes: Determinado 
Pontos fracos: Ansiedade 
Uma música: Conquista – Edi Rock
Praia ou cachoeira: Cachoeira
Motivação interior: Ser melhor á cada dia.
Educação: Onde construímos a chave para um bom futuro.
Saúde: Grande importância.
Assú minha cidade… Querida. 
Violência urbana: Na nossa cidade vem crescendo á cada dia, na minha opinião um melhor investimento no esporte na educação e na cultura com certeza iriam reduzir esse número.
Juventude: O Futuro.
Religião: Católico
Brasil: Acima de tudo. 
Uma frase que lhe caracterize: ” A persistência é o caminho do êxito. “
Um sentimento: Felicidade.
Metas em longo prazo: seguir incasavelmente com os meus objetivos.
Planos para o futuro: Continuar competindo e conhecendo novas culturas…
Três coisas importantes em sua vida: Família, Trabalho e Estudo.