Nova metodologia para o diagnóstico de doenças genéticas chega a Natal

Uma nova tecnologia que permite a análise e diagnóstico de doenças genéticas com muito mais precisão e rapidez. Isso é o que promete a PCR em tempo real, uma metodologia mais avançada do que a utilizada atualmente em procedimentos que envolvem a investigação de problemas de saúde com origem no DNA Humano. A ferramenta é uma das novidades trazidas ao Rio Grande do Norte pelo Laboratório DNA Center, o único a oferecer esse tipo de atendimento no Estado.

Segundo a Doutoranda em biologia molecular Andrea Fernandes, o avanço está no fato de, durante as análises, partes do processo serem realizadas pelo equipamento. “A automação de algumas das etapas da análise das células é o que garante um desempenho muito mais rápido e preciso. Além disso, a gama de exames detectáveis com o uso dessa metodologia é muito maior”, explica a bioquímica.

 A PCR em tempo real possibilita a análise de doenças infecciosas virais, bacterianas ou parasitárias, pesquisa de mutações. Seu uso permite aumentar a sensibilidade dos testes laboratoriais em mais de mil vezes, levando a um grau de precisão antes impossível de detectar no diagnóstico e prognóstico dos campos da microbiologia, oncologia, imunologia, hematologia e genética, se comparado à outras tecnologias.

 Para trazer a tecnologia para o solo potiguar, o DNA Center fechou uma parceria com a Quiagen, referência em biologia molecular, durante a Feira Hospitalar 2012, a maior do país na área da saúde, realizada na última semana em São Paulo.

 METODOLOGIA

Na biologia molecular, a PCR quantitativo em tempo real é uma técnica de laboratório baseada no princípio da reação em cadeia da polimerase (PCR), para multiplicar ácidos nucleicos e quantificar o DNA obtido.

 A reação em cadeia de polimerização em tempo real combina a metodologia de PCR convencional com um mecanismo de detecção e quantificação por fluorescência. A metodologia permite que os processos de amplificação, detecção e quantificação de DNA sejam realizados em uma única etapa, de forma totalmente automatizada o que agiliza e melhora a qualidade dos resultados, e diminui o risco de contaminação da amostra.