Liana Fonseca de Melo

Nome: Liana Fonseca de Melo

Idade: 42

Meus pais: Luiz Nogueira de Melo e Nereide Fonseca de Melo

Meus irmãos: João Nogueira, Jorge Luiz, Jadson e Judson.

Escolaridade: Formada em Direito e Pós-Graduada em Gestão de Pessoas

Àrea de atuação profissional: Advogada

Lugar para descansar:

Na cozinha eu preparo: Tudo, adoro cozinhar e receber meu povo com muita comida.

Meu bichinho de estimação:Estimo todos os bichos, mas em casa tenho ‘só’ dois cachorros e três gatos.

Fé: Em Deus, Onipotente e suficiente.

Hobby: Música, Literatura e Viagens.

Personalidade:Forte

Pontos fortes: Minha fé, meu povo, meu trabalho.

Pontos fracos: Sou chata, crítica, exigente.

Motivação interior: Ser melhor.

Educação: É o caminho mais seguro e profícuo para a formação da pessoa, e de uma sociedade que pode atingir seus ideais.

Política: Um mal necessário. Sua existência é indispensável ao sistema e a vida em sociedade, enquanto representação e organização do Estado, Instituições e a Governança. O problema não está na política, mas nos agentes políticos, nas pessoas que fazem política, nos jogos e interesses que se manipulam em nome do ‘fazer política’.

Juventude: “Todos os dias quando acordo não tenho mais o tempo que passou, mas tenho muito tempo. Temos todo tempo do mundo todos os dias antes de dormir.” (Invocando a ajuda de Renato Russo pra dizer que acho de juventude.)

Religião: Amor, respeito, tolerância, fé, e acima de tudo ‘ser melhor’. Não há melhor religião que a prática do amor. Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo. Nisto se resume tudo.

Minha terra natal: Assu

Brasil: Meu lugar, apesar de.

Uma frase que lhe caracterize: ‘A gente é pra o que nasce.’

Três coisas importantes em sua vida: Deus, meu povo, trabalho.

Liana por Liana: ‘Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.’

Música: Corsário, João Bosco

Praia ou cachoeira: Depende…

Violência urbana: É matemática simples: Aumento da criminalidade, notadamente pelo problema das drogas + notório despreparo e incompetência das políticas públicas de segurança e social = Violência Urbana. Acrescente-se nesta conta, o degringolamento da família, atuando diretamente na base da (de)formação do cidadão.  (Me entristece não poder mais sentar nas calçadas de Assu.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *