Abertura da 39ª Exposição Agropecuária de Caicó é marcada por pedidos de apoio ao homem do campo

Nesta sexta-feira (25), durante a abertura da 39ª Exposição Agropecuária do Seridó, promovida na cidade de Caicó, um verdadeiro clamor generalizado dos produtores rurais e expositores foram ouvidos pelos secretários de Agricultura do Estado, Betinho Rosado, e pelo de Recursos Hídricos, Gilberto Jales, que juntos, representaram a governadora Rosalba Ciarlini no evento.

O pedido dos inúmeros produtores era um só: O compromisso do governo estadual com as demandas do setor rural, principalmente nesse período de seca no interior potiguar. “Foi o momento ideal para pedirmos a ajuda do governo nas questões primordiais que afetam a agropecuária do Rio Grande do Norte. Questões como a vacinação contra a febre aftosa, o aumento no preço pago pelo litro de leite aos produtores que fornecem ao programa governamental e ações concretas de enfrentamento a seca”, relatou o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do RN (Faern), José Álvares Vieira.

Na abertura da exposição, José Vieira, acompanhado do presidente da Anorc, Marcos Teixeira, da Ancoc, Alexandre Confessor, e de outras autoridades do setor rural, também comentaram sobre a importância do evento para o calendário econômico do estado. “Só posso parabenizar os produtores de Caicó e região Seridó pela exposição. Afinal, só quem vive a realidade de produzir no semi-árido, e enfrentando essa seca terrível, sabe da verdadeira importância do evento”, ressaltou o presidente da Ancoc, Alexandre Confessor.

Boas notícias

Durante a abertura da 39ª Exposição do Seridó, o presidente da Federação da Agricultura, José Vieira, comentou sobre os trabalhos da Instituição nas últimas semanas e as boas notícias daquela noite. “O bem trabalhou a favor dos produtores nesses últimos dias. Afinal, conseguimos formalizar uma parceria com o governo estadual para doarmos 300 mil doses de vacinas contra a febre aftosa aos produtores rurais. A Faern também conseguiu formalizar outra parceria, dessa vez com a usina Vale Verde, para a comercialização do bagaço de cana de açúcar para os produtores rurais afetados pela seca. Com a parceria, a usina disponibilizará cinco mil toneladas do bagaço. Também tivemos durante essa última semana um encontro com a ministra de Desenvolvimento Social, Tereza Campelo, que assumiu com a governadora Rosalba Ciarlini, o deputado Henrique Alves e a Faern, o compromisso de iniciar já no mês que vem o “redesenho” do Programa do Leite do Rio Grande do Norte”, pontuou José Vieira.O presidente da Faern também deu outra boa notícia já no final da abertura e feita de forma inesperada. “Tinha comentado que a Conab deveria rever a estratégia de vender apenas três toneladas de milho com preço diferenciado para os produtores. Muitos deles iriam ficar engessados com essa medida. Falei também que tinha feito audiências com o deputado Henrique Alves e presidentes de Federações da Agricultura do Nordeste para juntos lutarmos para aumentar essa cota. E para a minha surpresa, logo depois da minha fala na abertura da exposição, recebo uma ligação do presidente da Conab nacional, Rubens Rodrigues dos Santos, me informando que nesta segunda-feira (28), irá encaminhar uma resolução ministerial para aumentar essa cota. Saindo das três toneladas para o produtor, para 27 toneladas. Se tudo correr bem, ainda nessa semana entrará em vigor essa medida que contemplará os nossos produtores rurais”, finalizou José Vieira.